Marília Lima (CE)

Jam Session
Sábado - 10/fevereiro - 23h
Cidade Jazz & Blues

Desde a segunda metade dos anos 2000, Fortaleza vem revelando uma nova geração de cantoras de blues e de black music. Uma das mais marcantes, com trajetória destacada, público consolidado e participação bem-sucedida em diversos projetos, é Marília Lima, hoje reconhecida como uma das melhores intérpretes da capital cearense, em carreira-solo ou como convidada de diversos grupos, sem fronteiras para sua arte, que transcende o blues para também dialogar com a música brasileira.

Marília integrou a banda InBlues, dedicando-se a apresentações que também percorriam os caminhos do jazz, do rock e do soul, consolidando-se como uma das principais vozes da black music. Também formou o Piano Blues Project, um duo com o tecladista e produtor Leonardo Vasconcelos.

No Festival Jazz & Blues 2018, Marília Lima apresenta o show Rosa Negra, inspirado em grandes divas da música universal, como Dalva de Oliveira, Etta James, Maysa, Aretha Franklin, Janis Joplin, Núbia Lafayette, Ella Fitzgerald, Amy Winehouse e Nina Simone. Mostrando que não há fronteiras para sua música, de raízes firmes no blues e na black music, mas asas abertas para chegar a diferentes universos musicais.

A cantora sobe ao palco ao lado de grandes instrumentistas da cena blues do Ceará: o já citado Leonardo Vasconcelos (piano e teclado), Débora Marciel (guitarra), Romualdo Filho (baixo) e Marcelo Holanda (bateria). Além da presença feminina também como instrumentista, com os solos inspirados de Débora, todos os instrumentistas participam dos shows promovidos ou articulados pela Casa do Blues, coletivo que se dedica a impulsionar esse gênero e a levá-lo a novas plateias, de forma democrática e inclusiva, com apresentações também em espaços públicos abertos, como praças e parques de Fortaleza. Inclusive com a gravação de DVDs que têm levado mais longe esse trabalho. No show no Festival Jazz & Blues, em Guaramiranga, oportunidade para o público vivenciar toda a intensidade do blues do Ceará, hoje referência para todo o País.

Foto: Carlos Magalhães