Festival Jazz & Blues

Uma nova trilha sonora no período do carnaval do Ceará e do Brasil. A ideia inusitada ganhou forma e mudou as feições da pequena e acolhedora cidade de Guaramiranga, localizada a 110 km de Fortaleza, situada no Maciço de Baturité, no Ceará, quando da realização da primeira edição do Jazz & Blues de Guaramiranga em março de 2000.

O clima aprazível da cidade serrana inspirou as produtoras culturais Maria Amélia Mamede e Rachel Gadelha a oferecerem alternativa no carnaval cearense, até então tendo como destino costumeiro o litoral. O Festival é uma opção diferenciada no calendário do carnaval brasileiro, principalmente, por ser um contraponto cultural ao que é ofertado em termos de música, atividades e destino turístico. Desde sua criação, o Festival passou a indicar outra direção aos apreciadores da música, aos músicos, aos expoentes do gênero e a valorizar o trabalho do músico instrumental.



Com uma produção arrojada e planejada ao longo do ano, envolvendo mais de 100 profissionais, o Festival de Jazz & Blues de Guaramiranga é um dos mais importantes do país, reconhecido nacionalmente por sua qualidade técnica, artística e pela difusão da música instrumental numa programação que promove experiências musicais singulares, fruto do encontro entre jovens instrumentistas, artistas renomados e o público. Sua realização inspirou o surgimento de outros festivais do gênero em outras regiões do Brasil.

O evento que começou nos 4 dias de carnaval, hoje, soma quase 40 dias de atividades de pré e pós-carnaval com as realizações dos projetos – Na Trilha do Jazz, o Festival em Guaramiranga e Festival Desce a Serra, atividade que finaliza a edição do ano com shows em Fortaleza e outras cidades do Ceará.

O Festival une diversidade cultural, estimula o surgimento de novas plateias, conclamando o público a mergulhar em outros universos musicais, incentiva a formação tanto na música, quanto no conjunto de atividades relacionadas à produção do evento, a sustentabilidade, reforçando iniciativas de proteção ao meio ambiente e conscientização e o desenvolvimento social, com novas oportunidades de geração de emprego e renda, tornando o evento case de economia criativa.

Pela Cidade do Jazz & Blues passaram e passam consagrados ícones da música instrumental brasileira e mundial em shows memoráveis como: Toninho Horta, Dominguinhos, Hermeto Pascoal, Ivan Lins, João Donato, Leny Andrade, Wagner Tiso, Paquito D´Rivera (Cuba), Stanley Jordan (EUA), Jean Jaques Milteau (França), Scott Henderson (EUA), Frères Guissé (Senegal), Toots Thielemans (Bélgica), Magic Slim (EUA), Ravi Coltrane (EUA), Artur Menezes, Omar Puente (Cuba), Mimi Rocha, Casa do Blues, Rosa Passos, Arthur Maia, Nélio Costa, Adelson Viana, Manassés de Sousa, Moreira Chonguiça (Moçambique), Nicolas Krassik (França), J.J. Jackson & Tia Carroll (EUA), Robertinho de Recife e muitos outros nomes da nossa música.

O Festival de Jazz & Blues de Guaramiranga segue sem perder o compasso, atraindo cada vez mais artistas e público para protagonizarem shows, debates, ensaios abertos e jam-sessions, misturando sons, natureza, cores e harmonia.